Início » Blog » Criador de conteúdo em 2023

Atualizado a: 13 de Dezembro, 2023

O mundo do marketing de conteúdo está em constante evolução, com tendências dominantes vindo e indo. Eu mesmo noto que práticas que eram eficazes ontem podem não ser mais tão eficazes hoje e amanhã. Portanto, é crucial conheceres as tendências atuais e emergentes para que te destaques na multidão e seres um bom Criador de conteúdo em 2023. Neste artigo, examinaremos as principais tendências de criação de conteúdo para 2023 e daremos uma olhadela mais detalhada nos nichos de conteúdo que estão definidos para dominares o próximo ano.

 

1. Vídeo de curta duração

No ambiente de mídia atual, o vídeo é rei. O usuário médio agora assiste a 19 horas de conteúdo de vídeo todas as semanas. Mas o vídeo não é uma tendência nova – a maioria dos profissionais de marketing já sabe o quão importante ele é.

O vídeo é o principal canal para o marketing B2B e a nova tendência quente é o vídeo de curta duração. TikTok, Instagram Reels e YouTube Shorts são agora alguns dos meios mais populares para as marcas, graças à diminuição da atenção dos consumidores. Na verdade, o vídeo de curta duração responde por 80% de todo o tráfego de dados móveis.

O vídeo de curta duração também é ótimo para a tua marca. Podes produzir mais conteúdo em menos tempo – além disso, os espectadores têm mais probabilidade de se envolver com um vídeo mais curto que vai direto ao ponto.

Em 2023, as marcas precisarão manter seu conteúdo de vídeo com 10 minutos ou menos. E 10 minutos ainda é bastante tempo, então talvez devas seguir o exemplo do TikTok e manter os teus vídeos com menos de um minuto. Podes sempre optar por filmar um vídeo mais longo e dividi-lo em pequenos trechos para economizar tempo.

 

2. Conteúdo com foco na empatia e no humano

Houve um tempo em que os consumidores queriam que as empresas parecessem profissionais e formais. Isso não será suficiente em 2023. Após a pandemia de COVID-19, os consumidores não querem sentir que existem barreiras entre eles e as marcas que gostam.

Evita produzir material focado nos negócios ou distante. O teu conteúdo precisa deixar claro que te conectas com os teus clientes – caso contrário, ele não será relevante para o seu público. Invista na relação, emoções e empatia. Essa é a chave para construir conexões reais com seus seguidores.

Isso não é apenas sobre criar conteúdo que faz sentir bem.Quase 95% dos consumidores são mais leais a marcas que são transparentes e genuínas – e 75% pagariam mais para apoiar marcas genuínas. Se tu queres conquistar apoio real com seus clientes, o conteúdo focado no humano é essencial.

Isso também significa que deves parar de usar discursos de vendas fortes e linguagem de venda. Encontra a tua voz natural e abrace-a. Se isso significa ajustar as tuas diretrizes de marca ou tom de voz, faça as alterações necessárias. Fala com os teus clientes de humano para humano. Podes-te associar a um influenciador ou embaixador da marca para realmente reforçar esse ponto.

 

3. SEO estratégico

O SEO tem sido importante desde o surgimento do Google. Mas não podes apenas jogar um monte de palavras-chave em um post de blog ou otimizar tags e chamar isso de SEO. Os mecanismos de busca estão ficando mais inteligentes, e precisas ajustar o teu jogo de SEO para 2023.

Embora essa tendência de marketing de conteúdo possa tornar a tua vida um pouco mais difícil, se queres realmente ter um bom desempenho na pesquisa, precisas analisar a tua estratégia de SEO.

Primeiro, escreva para as pessoas antes dos mecanismos de busca. Parece contra-intuitivo, mas os mecanismos de busca descobriram o que os usuários querem. Na verdade, muitos profissionais de marketing estão agora focando na criação de conteúdo de alta qualidade e relevância que atenda às necessidades dos clientes e deixando que o Google eleve organicamente esse conteúdo ao topo. A ideia é usar palavras-chave estratégicas para aparecer na primeira página e depois deixar a qualidade do conteúdo falar por si só.

Em vez de criares uma tentativa carregada de palavras-chave de classificar para uma consulta, precisas tornar-te a autoridade em um tópico. Esforça-te para ser o melhor recurso sobre qualquer tópico que estejas a abordar. Em vez de olhares apenas para o ranking do teu URL, concentra-te nas taxas de cliques e métricas de engajamento. É isso que os mecanismos de busca se importam em 2023.

 

4. Receita impulsionada pelo conteúdo

O conteúdo não é apenas uma ferramenta de marca ou um meio de trazer compradores para o seu funil. Em 2023, as marcas usarão o conteúdo como uma maneira de gerar receita. Isso significa que não és apenas uma marca – és uma empresa de mídia e influenciador também.

Trata a criação de conteúdo como um setor separado do negócio com as suas próprias oportunidades de geração de receita. Seja cobrando taxas de associação para aceder ao teu conteúdo ou monetizando através do fundo criador do TikTok, podes gerar receita a partir do teu conteúdo de alta qualidade.

Trata isso como se fosse um novo empreendimento de negócios. Isso pode significar:

  • Criar uma estratégia cuidadosa que direcione os utilizadores a pagar pelo conteúdo, não apenas pelos teus produtos
  • Lançar conteúdo comprável que permita aos clientes fazer uma compra diretamente de um pedaço de conteúdo
  • Definir e acompanhar os KPIs de desempenho para os esforços de marketing de conteúdo e tratá-lo com a mesma seriedade que tratarias os gastos com anúncios

 

5. Conteúdo orientado a valores criado para os clientes

Pára de criar conteúdo que ninguém consome. Em 2023, o conteúdo deve atender às necessidades do cliente e agregar valor à sua experiência. As marcas estão a criar tanto conteúdo hoje que os utilizadores simplesmente não têm tempo para coisas abaixo do padrão. Eles só interagirão com o teu conteúdo se acharem que é realmente útil.

A personalização é a solução. Isso permite que adaptes o conteúdo diretamente aos desejos e necessidades de clientes específicos. É a única maneira de garantir que vais entregar conteúdo ao público que o acha mais valioso.

Claro, não podes fazer isso sem dados. Mantém o controlo das necessidades do teu público por meio de um CRM inteligente ou solução de dados para que possas construir uma estratégia de conteúdo em torno do que as pessoas realmente se importam.

 

6. A experiência do utilizador importa

Não é que a experiência do utilizador nunca importou. É só que os consumidores têm expectativas mais altas hoje do que nunca. Podes ter o melhor conteúdo do mundo – mas se proporcionar uma má experiência ao utilizador, ele simplesmente não terá um bom desempenho.

Isso significa que precisas priorizar a experiência do utilizador em termos de:

  • Velocidade da página
  • Desempenho móvel
  • Estilo e voz coesos
  • Posicionamento da imagem
  • Qualidade da imagem

A personalização também entra em jogo aqui. Quando forneces aos clientes conteúdo que resolve os seus maiores problemas, eles têm mais probabilidade de ter uma experiência positiva.

Se não tens a certeza de quais mudanças de UX importam mais, tenta testar A/B. Desde que testes apenas uma variável por vez, aprenderás quais recursos o teu público gosta mais.

 

7. Conteúdo pesquisado de alta qualidade

As pessoas estão preocupadas com notícias enganosas e desinformação. Não basta apenas fazer uma afirmação – os utilizadores querem ver insights respaldados por dados. É por isso que eles anseiam por conteúdo de alta qualidade e bem pesquisado. Infográficos adicionam outro elemento de estilo e profissionalismo que certamente chamará a atenção dos clientes.

Está tudo bem escrever conteúdo baseado na pesquisa de outra empresa, mas teres os teus próprios recursos internos fará o teu material se destacar imediatamente. Além disso, outros sites irão vincular à tua pesquisa como fonte, o que pode-te dar um impulso sério em SEO e autoridade.

 

8. Aproveita os dados, IA, automação e o metaverso

Esta é uma das maiores – e mais assustadoras – tendências de conteúdo de 2023. Embora a essência do teu conteúdo provavelmente não mude de um ano para outro, a tecnologia disponível para criar esse conteúdo está a evoluir rapidamente.

A tecnologia permite que juntes uma quantidade imensa de dados, que podem ajudar-te a hiperpersonalizar o conteúdo e obter mais resultados.

A inteligência artificial (IA) pode criar conteúdo ou complementar o teu conteúdo existente, permitindo que as marcas gerem mais material em menos tempo. A IA ainda não é boa o suficiente para escrever todo o teu conteúdo original, mas certamente pode ajudar os profissionais de marketing a gerar mais conteúdo em menos tempo.

A automação é uma maneira inteligente de simplificar certos aspectos da produção de conteúdo também (exemplo disso é o ManyChat, um inteligência artificial fortíssima em automação para plataformas de rede social). Configurações simples como IFTTT , Zapier, Manychat podem mover tarefas de conteúdo e gerar automaticamente legendas de vídeo e muito mais.

Embora ainda seja cedo, muitas outras tecnologias emergentes podem aprimorar o teu conteúdo. AR, VR e o metaverso são viáveis apenas para grandes empresas no momento, mas é bom planear para essas plataformas para que elas se tornem mais acessíveis.

A tecnologia e as expectativas do consumidor podem mudar, mas 2023 ainda tem sido um ano marcante para o marketing de conteúdo. As marcas têm tido um foco renovado em trazer a conexão humana para a experiência digital.

 

9. Podcasts continuam dominantes

O grande boom do podcasting já aconteceu, mas este setor ainda está a crescer a cada ano. Na verdade, os consumidores dos EUA ouviram 15 bilhões de horas de podcasts em 2021. Os podcasts também são uma maneira incrivelmente eficaz de impulsionar as vendas, pois 60% dos ouvintes relatam procurar um produto depois de ouvir falar dele em um podcast.

Como outras tendências de marketing de conteúdo, é importante abordar os podcasts como uma maneira de entregares valor aos teus clientes. Não te concentres muito no discurso de vendas – em vez disso, oferece informações úteis ou entretenimento para que os teus ouvintes tenham um motivo para ficar.

Se quiseres dá uma espreitadela ao meu antigo projeto “Conversa Fiada“, um podcast global que aborda conteúdos de várias gerações e riquíssimo em informações sobre a nossa sociedade atual. Abre no Spotify e vai ouvindo enquanto executas outras tarefas.

10. Equipamento necessário

Claro que não poderíamos fechar este artigo sem falar no Equipamento. Não sendo necessário investimentos astronómicos, em 2023 cada vez mais se nota o investimento que os criadores fazem nas suas cameras profissionais.

No entanto, para além das cameras, há dois elementos cruciais que fazem toda a diferença: iluminação e áudio de qualidade.

1. Iluminação Adequada:

  • A iluminação é fundamental. A luz natural é uma ótima opção. Posiciona-te perto de uma janela bem iluminada para obter uma iluminação suave e uniforme.
  • Se a luz natural não estiver disponível, considera investir em iluminação artificial acessível, como anéis de luz ou softboxes. Uma boa iluminação faz maravilhas para a qualidade visual do teu conteúdo.

2. Qualidade de Áudio:

  • Não subestimes a importância do áudio. Um som péssimo pode afastar os espectadores, mesmo que a imagem seja boa.
  • Investe em um microfone externo, mesmo que seja um modelo básico. Isso reduzirá o ruído de fundo e garantirá uma qualidade de áudio nítida e clara. (Vê o nosso artigo sobre os melhores microfones atuais do mercado para criadores de conteúdo aqui).

Imagem do nosso artigo no blog

11. Consistência é importante

A qualidade do conteúdo é absolutamente importante, mas também é o teu cronograma de publicação. É difícil acompanhar as postagens quando estás a meter mais esforço no teu conteúdo, mas tens que fazer isso funcionar.

A boa notícia é que não precisas postar algo todos os dias. Desde que te comprometas com a qualidade e publiques em um cronograma previsível, o teu conteúdo terá resultados.

Os consumidores perderam muita confiança em marcas e instituições durante a pandemia. A consistência é algo que eles estão a desejar agora, então dá-lhes na forma de criação regular de conteúdo. A última coisa que queres fazer é dizer aos utilizadores quando eles podem esperar novo conteúdo de ti e depois desapontá-los quando ficas para trás.

 

Conclusão

A criação de conteúdo em 2023 será tudo sobre ficar à frente da curva. Com a rápida evolução das tendências e a crescente concorrência, é essencial manter-te atualizado com as últimas tendências e adaptar a tua estratégia de conteúdo de acordo. Se estás a produzir conteúdo de curta ou longa duração, o objetivo final deve ser sempre fornecer valor ao teu público e atender às suas necessidades da melhor maneira possível.

*(Alguns artigos podem ter sido escritos ou estruturados com Inteligência Artificial, mas foram todos revistos, melhorados e reescritos por um Humano.)

**(Pode Conter Links de Afiliado. Significa que posso ganhar uma comissão cada vez que clicar num dos links externos, mas não se preocupe. Não tem qualquer custo adicional para si, pelo contrário, por vezes pode até ter benefícios e descontos extra. E estará a ajudar à manutenção do blog. Para uma informação mais detalhada consulte a minha Declaração de Afiliado)

2023 - 2024© (Copyright) Brownie Verse | Todos os Direitos Reservados